Scientia Forestalis, volume 44, n. 112
dezembro de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n112.18

Influência da composição de espécies florestais no microclima de sub-bosque de plantios jovens de restauração

Influences of tree species composition on understory microclimate of young restoration plantations

Denise Teresinha Gonçalves Bizuti1
Ricardo Hideo Taniwaki1
Rodrigo Jesus Silva2
Carolina Ortiz Rocha da Costa3
Thiago Junqueira Roncon1
Ricardo Augusto Gorne Viani4
Pedro Henrique Santin Brancalion5

1Doutorando(a) no Departamento de Ciências Florestais. USP – Universidade de São Paulo / ESALQ – Escola Superior de Agricultura “Luiz Queiroz”. Av.Pádua Dias 11 - 13.418-900- Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: denise_bizuti@yahoo.com.br; rht.bio@gmail.com; thiagoroncon@hotmail.com.
2Professor Temporário do Departamento de Ciências Biológicas e da Natureza. UFAC - Universidade Federal do Acre. Distrito Industrial - 69920-900 - Rio Branco, AC, Brasil. E-mail: rodrigojsilva7@gmail.com.
3Doutoranda no Departamento de Ecologia. USP – Universidade de São Paulo / Instituto Biociências. Rua do Matão Travessa 14, 101 – 05508-090 – São Paulo, SP, Brasil. E-mail: costa_cor@yahoo.com.br.
4Professor Adjunto do Departamento de Biotecnologia e Produção Vegetal e Animal. Rod. Anhanguera (SP-330), KM 174 - Caixa-postal: 153 - Araras, SP, Brasil. E-mail: viani@cca.ufscar.br.
5Professor Doutor no Departamento de Ciências Florestais. USP – Universidade de São Paulo / ESALQ – Escola Superior de Agricultura “Luiz Queiroz”. Av.Pádua Dias 11 - 13.418-900- Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: pedrob@usp.br.

Recebido em 16/12/2015 - Aceito para publicação em 09/06/2016

Resumo

Estudos que avaliem a capacidade de espécies arbóreas pioneiras em propiciar condições favoráveis à regeneração natural em plantios de restauração florestal ainda são escassos. Dessa forma, o objetivo desse estudo foi avaliar se espécies florestais pioneiras afetam de forma diferencial as condições do microclima do sub-bosque de plantios de restauração florestal. Foram selecionadas duas áreas em processo de restauração, com três e cinco anos, em região de Floresta Estacional Semidecidual em Itu/SP. Em cada área, cinco indivíduos de cinco espécies pioneiras foram escolhidos, sendo, na área de três anos, Luehea grandiflora, Schinus terebinthifolius, Solanum erianthum, Croton urucurana e Cecropia pachystachya, e na de cinco anos, L. grandiflora, S. terebinthifolius, Apeiba tibourbou, C. urucurana e S. erianthum. Cada indivíduo foi considerado uma unidade amostral. As variáveis avaliadas foram altura e cobertura florestal das espécies, umidade relativa do ar e temperatura do ar e do solo na área sob a copa dos indivíduos. Aos três anos não foram observadas diferenças nas variáveis microclimáticas de acordo com a espécie. Entretanto, aos cinco anos, as variáveis microclimáticas variaram significativamente em função da espécie. Os resultados apontam que aos três anos de idade, as espécies ainda não apresentam potencial para transformar as condições microclimáticas no sub-bosque, porém, aos cinco anos, cada espécie proporciona condições ambientais específicas. Dessa forma, ressalta-se a importância da escolha criteriosa de espécies arbóreas pioneiras como agentes de modificação ambiental e favorecimento de processos de regeneração em projetos de restauração florestal.
Palavras-chave: florestas tropicais, sucessão florestal, Mata Atlântica, monitoramento.

Abstract

Studies evaluating the pioneer tree species capacity to provide favorable conditions to natural regeneration in forest restoration plantings are still scarce. Thus, the aim of this study was to evaluate whether pioneer tree species affect differentially the microclimate conditions of the understory in forest restoration plantations. Two forest restoration sites, with three and five years old, were selected in a semi-deciduous forest in Itu city, São Paulo State, Brazil. In each site, five individuals of five pioneer species were studied. In the three years old site, Luehea grandiflora, Schinus terebinthifolius, Solanum erianthum, Croton urucurana and Cecropia pachystachya were studied, and in the five years old site, plants of the species L. grandiflora, S. terebinthifolius, Apeiba tibourbou, C. urucurana and S. erianthum were selected. Each species was considered as a sampling unit. Tree species height and canopy cover, air relative humidity and soil and air temperature were analyzed. In the three years old restoration site no effect of species in microclimatic conditions was found. However, in the five years old restoration site, microclimatic conditions were significantly different among species. Therefore, the importance of a careful choice of pioneer tree species as ecosystem engineers which modify environmental conditions and facilitate natural regeneration in forest restoration projects was emphasized.
Keywords: tropical forests, forest succession, Atlantic forest, monitoring.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.