Scientia Forestalis, volume 45, n. 113
p.221-227, março de 2017
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v45n113.22

Effect of moisture content on specific cutting energy consumption in Corymbia citriodora and Eucalyptus urophylla woods

Efeito da umidade no consumo de energia específica de corte de madeiras de Corymbia citriodora e Eucalyptus urophylla

Débora Fernanda Reis Nascimento1
Luiz Eduardo de Lima Melo2
José Reinaldo Moreira da Silva3
Paulo Fernando Trugilho4
Alfredo Napoli4

1Granduanda em Engenharia Florestal. UFLA - Universidade Federal de Lavras. Campus Universitário – Caixa Postal 3037 - 37200-000 - Lavras, MG, Brasil. E-mail: deborafrnascimento@gmail.com
2Professor Associado do Departamento de Tecnologia e Recursos Naturais. UEPA - Universidade do Estado do Pará - Av. Hiléia, s/n – Caixa Postal: 09 – 68503120 - Marabá, PA, Brasil. E-mail: luizeduardo.limamelo@gmail.com
3Professor Titular do Departamento de Engenharia Florestal. UFLA - Universidade Federal de Lavras. Campus Universitário – Caixa Postal 3037 - 37200-000 - Lavras, MG, Brasil. E-mail: jreinaldo@dcf.ufla.br
4Professor Titular do Departamento de Engenharia Florestal. UFLA - Universidade Federal de Lavras. Campus Universitário – Caixa Postal 3037 - 37200-000 - Lavras, MG, Brasil. E-mail: trugilho@dcf.ufla.br

Recebido em 06/07/2016 - Aceito para publicação em 13/10/2016

Resumo

Foram estudados os efeitos de diferentes umidades sobre o consumo da energia específica de corte longitudinal (90-0º) em madeiras de Eucalyptus urophylla S.T. Blake e Corymbia citriodora Hill & Johnson. As tábuas foram submetidas, em triplicata, a três diferentes umidades: 2% (seca em estufa), 12% (equilíbrio em sala de climatização) e 75% (saturada submersão em água). As amostras foram cortadas em serra circular devidamente preparada para registrar o consumo de energia do corte longitudinal. Os dados obtidos foram submetidos a análise de variância e teste de média de Scott-Knott, a 5% de significância. Os resultados mostraram não haver influência da espécie sobre a energia específica de corte. Já a umidade, influencia significativamente a energia específica de corte. Houve aumento de 44% no consumo da energia específica de corte com a redução da umidade de 75% (condição saturada) para 12% (condição de equilíbrio) e redução de 54% do consumo da energia de quando a madeira secou de 12% para 2% (condição seca) de umidade.
Palavras-chave: usinagem da madeira, corte 90º-0º, teor de umidade da madeira, força de corte.

Abstract

The effects of various moisture conditions on the specific cutting energy of the longitudinal cut (90º-0º) in Eucalyptus urophylla S.T. Blake and Corymbia citriodora Hill & Johnson were studied. The boards were submitted, in triplicate, to three different moisture contents: 2% (kiln dried), 12% (equilibrium moisture content in an air conditioning room) and 75% (saturated in water submersion).The material was processed with a circular saw to obtain the specific cutting energy consumption of the longitudinal cut (90º-0º). The data obtained were submitted to analysis of variance, F test and Scott-Knott test, at 5% of significance. The results showed no influence of the species on the specific cutting energy. However, the moisture content significantly influences the specific cutting energy .There was a 44% increase in the specific cutting energy consumption with moisture content reduced from 75% (saturated condition) to 12% (equilibrium condition) and 54% reduction in cutting force when wood dried from 12% to 2% (dry condition) moisture.
Keywords: machining of wood, cut 90º-0º, wood moisture content, cutting force.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.