Documentos Externos de Valor Histórico


O IPEF cumpre seu papel de divulgação de informações técnicas e científicas, compreendendo livros, publicações seriadas, anais de eventos e outros documentos, produzidos por autores internos e externos ao seu quadro de colaboradores. Divulga ainda outras publicações relevantes para o setor florestal, em função de suas raridades e valores históricos.

Documentos Floretais
Livro "A Cultura do Eucalipto no Brasil"
Boletins do Projeto de Pesquisa Sobre Pinheiros Tropicais
Livro de Edmundo Navarro de Andrade

DOCUMENTOS FLORESTAIS

Nº 17, Agosto, 2003
Óleo Essencial de Eucalipto
Andrea M. Silveira Vitti
José Otávio Brito

Nº 16, 1996
Práticas de Ecologia Florestal
Fábio Poggiani, Renata Evangelista de Oliveira, Girlei Costa da Cunha

Nº 15, 1995
Recomendações de Adubação para Eucalyptus, Pinus e Espécies Típicas da Mata Atlântica
José Leonardo de Moraes Gonçalves

Nº 14, Maio, 1992
Educação Ambiental, Participação e Organizações Ambientalistas
Marcos Sorrentino

Nº 13, Maio, 1991
Gerenciamento da Produção Florestal
Luiz Carlos E. Rodrigues

Nº 12, Fevereiro, 1991
Tópicos de Economia Florestal
Luiz Carlos E. Rodrigues

Nº 11, Junho, 1990
Fundamentos de Preservação de Madeiras
Ivaldo P. Jankowsky

Nº 10, Junho, 1990
Fundamentos de Secagem de Madeiras
Ivaldo P. Jankowsky

Nº 9, Maio, 1990
Princípios de Produção e Utilização de Carvão Vegetal de Madeira
Prof. José Otavio Brito

Nº 8, Janeiro, 1990
Plantações de Essências Nativas: Florestas de Proteção e Reflorestamentos Mistos
Paulo Yoshio Kageyama

Nº 7, Janeiro, 1990
Escolha de Espécies Arbóreas para Formação de Maciços Florestais
Prof. Mário Ferreira

Nº 6, Dezembro, 1989
Engenheiro Florestal: Que Profissional estamos Formando ?
Fernando Seixas

Nº 5, Novembro, 1989
Mensuração e Gerenciamento de Pequenas Florestas
Hilton Thadeu Z. do Couto
João Luís Ferreira Batista
Luiz Carlos E. Rodrigues

Nº 4, Setembro, 1989
Reflorestamento e Manejo de Florestas Plantadas
João Walter Simões

Nº 3, Setembro, 1989
Estrutura, Funcionamento e Classificação das Florestas: Implicações Ecológicas das Florestas Plantadas
Fábio Poggiani

Nº 2, Setembro, 1989
A Situação Florestal Brasileira e o Papel da Silvicultura Intensiva
Prof. Mário Ferreira

Nº 1, Setembro, 1989
Cursos: Graduação em Engenharia Florestal e Pós-Graduação em Ciências Florestais

LIVRO "A CULTURA DO EUCALIPTO NO BRASIL"

Publicado no ano 2000, "A cultura do eucalipto no Brasil", de autoria de Admir Lopes Moura e Carlos Henrique Garcia traça um histórico da cultura no país, desde um descritivo das espécies, sua introdução no Brasil, sua utilização, as polêmicas sobre sua cultura, o desenvolvimento sustentável das plantações e considerações sobre a cultura no país.

Download do livro

BOLETIM DO PROJETO DE PESQUISA SOBRE PINHEIROS TROPICAIS

Visando estudar todos os aspectos relacionados à produção de madeira de pinheiros tropicais, desde a seleção de sementes até o processamento final da árvore, foi elaborado em fins de 1976 o projeto PESQUISA TECNOLÓGICA PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DO PINHO.

Contando com o apoio financeiro do BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO – BNDE, pode o DEPARTAMENTO DE SILVICULTURA da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – Universidade de São Paulo, iniciar a execução do projeto, com uma duração prevista de 5 (cinco) anos.

O desenvolvimento da pesquisa e os seus resultados estão conferindo ao projeto uma importância ímpar no setor florestal brasileiro, o que causou a necessidade de uma maior divulgação dos seus objetivos e das perspectivas futuras. Com esse objetivo foi elaborado o presente relatório, no qual se procura, de uma forma resumida, apresentar o PROJETO DE PINHEIROS TROPICAIS – PPT, seus objetivos, sua estrutura, seu potencial e as perspectivas para o futuro.

Edições Disponíveis

Volume 1, número 0

Volume 1, número 1, fevereiro de 1978

Volume 1, número 2, abril de 1978

Volume 1, número 3, janeiro de 1979

Volume 1, número 4, fevereiro de 1979

Volume 1, número 5, março de 1979

Volume 1, número 6, agosto de 1979

Volume 1, número 7, junho de 1980

Volume 1, número 8, junho de 1980

Volume 1, número 9, dezembro de 1980

Volume 2, número 11, junho de 1982

Volume 2, número 12, setembro de 1982

Volume 3, número 13, setembro de 1983

Volume 4, número 14, maio de 1984

LIVROS DE EDMUNDO NAVARRO DE ANDRADE


Graças a uma parceira entre Grau Celsius, ABTCP e o IPEF, foram digitalizadas 11 obras escritas por Edmundo Navarro de Andrade, considerado o "pai da eucaliptocultura brasileira", que estão disponíveis abaixo:

A cultura dos Eucalyptus. (1909)
E.N. Andrade. Typographia Brazil de Rothschild & Comp. 154 pp.

A cultura dos eucalyptos nos Estados Unidos. (1910)
E.N. Andrade. Typographia Brazil de Rothschild & Comp. 107 pp.

Manual do plantador de eucaliptos. (1911)
E.N. Andrade. Typographia Brazil de Rothschild & Comp. 339 pp.

Utilidade das florestas. (1912)
E.N. Andrade. Secretaria da Agricultura, Commércio e Obras Públicas do Estado de São Paulo. Typographia Alongi. 103 pp.

Les bois indigènes de São Paulo. Contribution a l'étude de la flore forestière de l'etat de S.Paulo. (1916)
E.N. Andrade; O. Vecchi. Cia. Paulista de Estradas de Ferro. Typographia Alongi & Miglino. 376 pp.

Os eucalyptos - sua cultura e exploração. (1918)
E.N. Andrade; O. Vecchi. Typographia Brazil de Rothschild & Comp. 238 pp.

O problema florestal no Brasil. (1922/1923)
E.N. Andrade. O Estado de São Paulo. 104 pp.

O eucalypto e suas aplicacções (1928)
E.N. Andrade. Typographia Brazil de Rothschild & Comp. 161 pp.

Instrucções para a cultura do eucalypto. (1936)
E.N. Andrade. Cia. Paulista de Estradas de Ferro. 58 pp.

O eucalipto. (1939)
E.N. Andrade. 1ª Edição (histórica). Chácaras e Quintais. 118 pp.

O eucalipto. (1961)
E.N. Andrade. 2ª Edição. Cia. Paulista de Estradas de Ferro.
(revisão por Armando Navarro Sampaio e equipe técnica da Cia. Paulista de Estradas de Ferro).

Este último é o livro mais conhecido de Navarro de Andrade e foi lançado como edição comemorativa da Segunda Conferência Mundial do Eucalipto, promovida em São Paulo, em agosto de 1961, patrocinado pela FAO (Food and Agriculture Organization) das Nações Unidas.